A Lenda do Nome Magico


Contam os mitos egípcios que há muito tempo atrás, quando os Deuses e os homens já existiam, governou no mundo um poderoso Deus. Ninguém conseguiu descobrir o seu verdadeiro nome, pois ele transformava-se continuamente para não ser reconhecido. Ele era possuidor de muitas formas, nomes e aparências, e por isso era conhecido pelo nome de Deus Oculto.
Um dia a Deusa Isis decidiu desvendar esse segredo e utilizou a sua sabedoria e Magia para realizar o tal feito. Isis sabia que o Deus Oculto era o condutor da barca do Sol. E assim, numa iluminada manhã, Ela seguiu o barqueiro e descobriu que ele caminhava pelos céus ate desaparecer nos confins do mundo, a Oeste.
No dia seguinte, Isis esperou onde o Sol se punha, e quando o Deus oculto parou para descansar, a Deusa esperou que o seu suor pingasse de sua face e o misturou ao barro, formando uma massa com a qual modelou uma serpente venenosa...
No dia seguinte, quando o Deus novamente saiu para percorrer o firmamento com a sua barca, Isis soltou a serpente mágica, e quando o Deus Oculto parou para descansar ao meio-dia, foi picado por ela.
O Deus começou a gritar clamando por todos os Deuses, chamando-os para que viessem cura-lo. Uma delas foi Isis, a Senhora da Magia e conhecedora de todos os venenos das serpentes.
Ao chegar na presença do Deus Oculto, Isis perguntou o que tinha acontecido e ele respondeu:
- Eu fiz tudo o que existe, de mim, dependem o dia e a noite. Eu criei os homens e os animais, mas jamais tinha visto uma serpente igual como essa.
Isis então olhou profundamente nos olhos do Deus e disse: - Diz-me, Deus soberano, qual é o teu verdadeiro nome?
O Deus Oculto gritava com tanta dor e exclamou:
- Muitos são os meus nomes. Eu sou o Deus do céu, Atum, o Deus do não ser. Somente o meu pai me chama pelo meu verdadeiro nome. Ele deu-me esse nome para que ninguém pudesse me enfeitiçar com Magias e assim se apoderasse da minha eterna sabedoria.
Isis não se dava por vencida e insistia:
- Qual é esse verdadeiro nome, então, aquele que teu pai te deu?
O Deus Oculto não dizia o seu nome verdadeiro de maneira nenhuma. E cada vez mais os seus gritos ecoavam entre os mundos. No entanto, nenhum Deus intervinha. Isis insistiu mais uma vez:
- Diz-me, Deus Oculto, qual o teu verdadeiro nome, e eu ajudar-te-ei com as minhas palavras mágicas. Meu encantamento só será eficaz se me revelares o teu nome secreto. Com um feitiço lançado com o teu nome secreto, poderei para sempre retirar o veneno do teu corpo.

O Deus não aguentava mais de tanta dor e sussurrou no ouvido da Deusa:
- Meu nome secreto é Rá. Este é o nome que meu pai me deu.
Na mesma hora, um poderoso encantamento saiu dos lábios de Isis e o corpo de Rá ficou livre do veneno.
A Deusa curou-o, mas Rá pagou o preço. Isis passou a exercer poder eterno sobre Ele. E, assim, Isis tornou-se superiora a todos os outros Deuses.
Reações:

1 comentários:

Rodrigo disse...

Gostei muito dessa história. Fascinante....