ELEMENTAIS DA NATUREZA



No início dos tempos da civilização, a humanidade teve oportunidade de permanecer muito tempo em contato com a natureza e suas forças e estavam bem a par do relacionamento místico do homem com os "espíritos" da natureza. Essas presenças faziam parte da vida cotidiana e eram percebidas nos bosques, no fogo, na água, no ar, na terra e nas mãos curadoras de nossas avós. Muitas comunidades indígenas, ainda conservam a crença nestes seres espirituais que habitam os distintos elementos da Natureza. Sua perspectiva é tão atual, que hoje a chamamos de "ECOLOGIA", uma ciência que tenta explicar ao mundo os motivos pelos quais devemos respeitar a Mãe Natureza, pedindo também a nossa colaboração para protegermos tudo e todos que aqui vivem.
A magia é uma ciência milenar que é muito mais do que retirar coelhos de uma cartola, mas investiga as Fadas como "seres elementais" e cataloga-as como "elementais do Ar". Menciona Gnomos e Duendes como "elementais da Terra"; as Sereias e as Ondinas como "elementais da Água"; as Salamandras como espíritos que habitam o fogo e nos transmitem mensagens através das chamas das velas. A magia diferencia ainda, os anjos dos outros espíritos naturais, explicando que os últimos, pertencem ao reino celestiais.
Os investigadores do Mundo das Fadas, são hoje conhecidos como parapsicólogos, que comprovam através de experimentos sua existência e ação. Sabe-se ainda, que as fadas são difíceis de serem descritas, pois suas aparições são muito rápidas, como um ligeiro resplendor. Como são seres da natureza, gostam de fixar residência em bosques ou curso de rios, mas há fadas nas cidades, em parques, em jardins e podem chegar até dentro de nossas casas se soubermos chamá-las adequadamente.
Mas quem realmente crê nas Fadas? Além de mim, é claro!, poucas são as pessoas que têm a capacidade deste "pensar mágico". Não os culpo, pois nossos próprios filhos hoje, já não têm mais tanto contato com a Natureza como antigamente. É quase impossível arrancá-los do computador ou do vídeo-game, falo por experiência própria. Já os adultos, preocupados com o vai-e-vem do dólar e com as angústias do dia a dia, adormeceram suas mentes para perceber ou apreciar este tipo de energia tão sútil.
Mas o homem já foi um sujeito curioso, que um dia olhou para as estrelas e imaginou que podia tocá-las. Invadidos pelo "pensar mágico", criou telescópios para olhar mais de perto e desenhou mapas. Depois, desejou viajar pelo espaço, para ficar mais pertinho de Deus. Construiu, para tanto, foguetes e acabou alcançando a Lua. Todos estes avanços comprovam que qualquer coisa antes de existir na esfera física, deve primeiro ser criada em nosso pensamento mágico. É O MÁGICO PENSAR QUE CRIA A REALIDADE!
Proponho a todos alguns momentos de "pensar mágico". Vamos então, pedindo respeitosa permissão, navegar pelo Mundo Mágico dos Elementais da Natureza!

ELEMENTAIS (DEVAS) DA NATUREZA
Elemental significa “Espírito Divino”. El = senhor; mental = vibração mental superior. Estes são os espíritos da natureza. Deus, concedeu a três Reinos, paralelamente, a oportunidade de evolução e estes três Reinos são: Elemental, Angelical e Humano.
Os Elementais são os dinamizadores das energias das formas e integram-se aos Elementos da Natureza.
Devemos a Paracelsus, Theophrastus Bombastus Von Hohenheim, químico e médico, nascido na Suíça em 1493, a criação da denominação classificatória dos elementais. De acordo com Paracelsus o Povo das Fadas conhecidos das lendas eram uma espécie de seres astrais que não poderia ser classificada propriamente de "espíritos" por possuírem corpos constituídos da quintessência a parte mais sutil de cada um dos elementos da Natureza chamada de éter.
Os espíritos elementais se criaram para servir os seres humanos com amor. Estão relacionados com nossas forças e capacidades elementais. Nos ajudam a reconhecer com que elementos estamos em consonância e com quais é necessário equilibrar nossas energias.
O trabalho com os elementos e os elementais é fundamental. Qualquer pessoa que empreende o caminho da iniciação topará cedo ou tarde com esse princípio. Quando, por exemplo, uma pessoa é posta à prova e seus sentimentos são analisados, intervêm as Ondinas e os seres do Elemento Água. Em iniciações, nas quais o ser humano aprende a libertar-se de suas cadeias terrestres, o acompanham os gnomos. As sílfides, os elementais do Ar, põe a prova o seu espírito, seus pensamentos e sua fé, as salamandras lhe enviam lições de amor através de ondas. Quando a alma quer aprender a libertar-se da vontade da natureza inferior e das prisões da matéria para elevar-se com sua força verdadeira, os seres elementais são de grande ajuda.
Reações:

2 comentários:

Mac Casarotto disse...

Parabéns pelo post!!!!
Estou escrevendo um livro sobre os 4 elementos e cada vez mais eu sinto a necessidade de passar esse conhecimentos para os outros.
Obrigado pelo trabalho que você faz, levando luz a quem precisa.
Abraço.

Anônimo disse...

[...] E nós não seremos mais arrastados pela tempestade, porém seguraremos as rédeas des cavalos alados da manhã e dirigiremos o curso dos ventos da tarde, para voarmos diante de ti.