VIAGEM ASTRAL


As experiências fora do corpo são estudadas desde a antigüidade, principalmente pelos povos orientais. Os egípcios, hindus, tibetanos e chineses aprofundaram bastante o tema, mas sob um prisma esotérico. Aqui no Ocidente, os iniciados de várias linhas ocultistas aprofundaram seus estudos projetivos, mas, também sob conotação hermética. Isto é, iniciados do Oriente e Ocidente sempre buscaram uma transformação da consciência, a transmutação do velho homem de ferro em um homem de ouro, renovado, renascido (dwidja), pleno de consciência. Por isso, levando em conta a leviandade de muitos que buscam fenômenos, mas não a espiritualidade consciente, os antigos criaram vários processos iniciáticos para seleção dos interessados nas artes espirituais. Isso preservou o conhecimento iniciático das investidas do pessoal "oba-oba" da época.Porém, o tempo passou e muitas coisas mudaram. Nos dias atuais esse mecanismo iniciático está ultrapassado mesmo. Milhões de pessoas têm experiências fora do corpo espontaneamente, sem saber como aquilo ocorreu. Elas não são iniciadas em coisa alguma. Devido a falta de informação, elas ficam apavoradas. Dependendo para quem narram sua experiência a situação poderá piorar. Um religioso cristão mais ortodoxo explicará aquilo como influência do "demo". Um materialista rotulará tal experiência como pura piração da pessoa. Um espírita dirá que é mediunidade. Um iogue pedirá a pessoa para estudar Ioga. Um ocultista mais ortodoxo alertará que saír do corpo é perigoso e só deve ser praticado por quem for iniciado.As experiências fora do corpo são abordadas em várias linhas espiritualistas. Dependendo de época, local e influências culturais ou místicas, há nomenclaturas variadas para essa experiência. Por exemplo: "Viagem astral" (Ocultismo); "Projeção astral" (Teosofia); "Experiência fora do corpo" (Parapsicologia); "Projeção da consciência" (Projeciologia); "Projeção do corpo psíquico" (Rosacruz); "Emancipação da alma", "Desprendimento espiritual" ou "Desdobramento espiritual" (Espiritismo); "Viagem da alma" (Ecanckar); "Viagem fora do corpo" (pesquisadores parapsíquicos).7 Dicas de Robert Monroe para a Viagem Astral "De acordo com Robert Monroe, qualquer pessoa consegue viajar fora do corpo. Tudo que precisa é de pratica e da vontade de fazê-lo. A quem tentar a EECs, Monroe sugere os seguintes passos: 1-Num quarto escuro, onde você não seja perturbado, deite-se em posição confortável, com a cabeça em direção ao norte. Desaperte as roupas e tire as jóias; 2-Relaxe a mente e o corpo. Feche os olhos e respire de modo rítmico, mantendo a boca ligeiramente entreaberta; 3-Focalize uma única imagem, a medida que vai caindo no sono. Quando atingir aquele estado limítrofe entre a vigília e o sono relaxe ainda mais, concentrando-se na escuridão além de suas pálpebras; 4-Para induzir as vibrações que devam anunciar o ínicio de uma EECs, focalize um ponto a cerca de 30cm de sua testa. Aos poucos, vá afastando o ponto de foco para uma distância de 2m e desenhe uma linha imaginária pararela ao seu corpo. Focalizando esse plano, imagine as vibrações e faça-as penetrar em sua cabeça. 5-Assuma o controle das vibrações, guiando-as conscientemente através do corpo. Da cabeça para os pés e, depois, de volta. Assim que essas ondas puderem ser produzidas por comando mental, você estará pronto para tentar a separação do corpo. 6-Para deixar o corpo, concentre-se em quão agradável seria flutuar acima dele. Mantenha esses pensamentos e seu corpo astral deverá iniciar sua elevação. 7-Para retornar ao corpo físico, concentre-se apenas na reunião das duas partes."Cordão de PrataO Psicossoma é ligado ao corpo físico por um apêndice energético conhecido como cordão de prata, através do qual é transmitida a energia vital para o corpo físico, abandonando durante a projeção. Em cobtrapartida, o cordão de prata também conduz energia do corpo físico para o psicossoma, criando um circuito energético de ida e volta. Esse interfluxo energético mantém os dois veículos de manifestação direta, independentemente dad istância em que o psicossoma estiver projetado. Enquanto os dois corpos estão próximos, o cordão é como um cabo grosso. Á medida que o psicossoma se afsta das imediações do corpo físico, o cordão trona cada vez mais fino e sutil.Por mais longe que o projetor estiver, o cordão de prata sempre o trará de volta para dentro de seu corpo físico. É nesse instante que muitos projetores têm a sensação de queda e acordam assustados no corpo físico.Tipos de ProjeçãoProjeção Consciente: É aquela na qual o projetor sai do corpo e mantém a sua consciência lúcida todo o transcurso da experiência extra corpórea.Projeção Semiconsciente: É aquela na qual a lucidez da consciência é irregular e o projetor fica sonhando fora do corpo, totalmente iludido pelas ideias oníricas.Projeção Inconsciente: É aquela na qual o projetor sai do corpo totalmente inconsciente. É um sonâmbulo extrafísico. Infelizmente a maioria dos encarnados está nesta situação.Projeção Assistida: Em toda a projeção, os amparadores estão presentes assistindo e orientando o projetor, mesmo que ele não os perceba. Na maioria das vezes, eles ficam invisíveis e intangíveis aos projetor. A projeção em que o amparador ajuda o projetor a sair do corpo é denominada de Projeção Assistida.
Reações:

3 comentários:

Anônimo disse...

MUITO BOM ESTE SITE!!ESTÃO DE PARABÉNS!!!!!!!!!!

Nicki disse...

Muito ótimo excelente, adoro magia wicca. sou louco por magia bruxaria, estou sempre abusca de conhecimento,
e esse blog está de parabéns.

Mansão dos ATORMENTADOS disse...

Não consigo ver minhas vidas passadas e nem consigo fazer projeção astral tem algo que devo tomar ou fazer?? Eu sempre relaxo mas nada acontece eu só durmo e nem chego a sonhr